Jessica Campos

3 min. de leitura

ouvir

Brasil sobe no ranking de consumo de cosméticos

País só fica atrás de Estados Unidos e China no ranking

Nós já dissemos algumas vezes que o Brasil á o quarto maior mercado consumidor de cosméticos do mundo. Pois bem, segundo dados do último relatório da Euromonitor com dados de 2021, o Brasil subiu no ranking passando de quarto para  terceiro país no consumo de cosméticos do mundo.

A pesquisa também fala do crescimento nos  hábitos de consumo do brasileiro no que diz respeito à higiene e cuidados pessoais. Principalmente com a infinidade de novas marcas que surgem, dia após dia, na área de cuidados pessoais e que abrangem todos os gostos e bolsos também.

Queridinhos veganos

Uma novidade trazida pela pesquisa é a grande procura dos clientes por produtos naturais e veganos. De acordo com uma pesquisa divulgada pela Technavio, estima-se que o mercado de cosméticos veganos pode crescer o equivalente a quase R$ 18 bilhões até 2024, com uma taxa de crescimento anual composta de 4%.

Contudo, essas pesquisas revelam também que os consumidores estão cada vez mais atentos a temas sobre a conservação das espécies, conhecimentos tradicionais associados à natureza e ao comércio justo entre empresas e comunidade.

Aqui na Cosmefar nós temos expertise na produção de produtos veganos. Se você quer colocá-los na sua linha, basta clicar aqui e falar com os nossos consultores.

Cosméticos para todos os bolsos

De maneira idêntica, também houve um crescimento considerável na indústria cosmética que trabalha com produtos mais acessíveis financeiramente.

A Classe D e E também consomem, e focados nelas as empresas têm apostado em produtos com custo benefício maior. Um bom exemplo de marcas que exploram esse mercado são as gigantes de vendas por catálogo, como Avon e Natura.

Pandemia de Covid-19

Como já dissemos aqui, a pandemia de Covid-19 alterou significativamente os hábitos dos brasileiros e impactaram a economia como um todo. Todavia, o setor de cosmética conseguiu passar quase que ileso. Isso graças às diversas pessoas que encontraram no autocuidado uma maneira de passar por esse período crítico. Dessa maneira estima-se que1,5% do orçamento do brasileiro atualmente é destinado ao consumo de produtos cosméticos e serviços relacionados a estética como cabeleireiro e manicure. De acordo com a pesquisa , 70% dos entrevistados admitiram que mudaram seus hábitos relacionados à saúde e cuidados pessoais após a pandemia.

Não é uma notícia incrível?

Fonte: Cosmetic Innovation

© 2022 Cosmefar cosmetologia inteligente

Desenvolivido por GF capital

Falar com um consultor