Guilherme Ferreira

9 min. de leitura

ouvir

Terceirização de cosméticos: 10 fatores a serem analisados

Terceirização de cosméticos: 10 fatores a serem analisados Quando falamos de terceirização de cosméticos devemos analisar alguns pontos para ter produtos de excelência. Por isso, saber selecionar uma indústria para terceirizar algum dos seus processos internos pode ser um desafio. Ter  um ambiente altamente competitivo com um número crescente de empresas de terceirização torna sua […]

Terceirização de cosméticos: 10 fatores a serem analisados

Quando falamos de terceirização de cosméticos devemos analisar alguns pontos para ter produtos de excelência.

Por isso, saber selecionar uma indústria para terceirizar algum dos seus processos internos pode ser um desafio. Ter  um ambiente altamente competitivo com um número crescente de empresas de terceirização torna sua escolha ainda mais difícil.

Esse fenômeno é uma resposta às necessidades de empreendedores que cada vez mais decidem terceirizar alguns de seus departamentos. Em muitos casos, isso permite minimizar custos e aumentar a eficiência.

Terceirização de Cosméticos

Se você também decidiu terceirizar algumas de suas tarefas, deve estar se perguntando quais os passos você deve seguir na hora de escolher um parceiro de terceirização.

Abaixo compartilharemos uma lista com 10 fatores que você deve observar atentamente, pois eles podem ajudá-lo a melhorar sua tomada de decisão e aumentar as chances de obter sucesso nessa tarefa.

Continue a leitura.

1. Domínio na área

De imediato o seu primeiro passo é buscar uma empresa que tenha experiência em terceirização.

Imagine que o parceiro escolhido tem experiência em um setor diferente do seu e não entende nada do seu nicho de mercado? Isso pode ser um problema e causar riscos desnecessários.

Por isso, a empresa de terceirização que você escolher deve ter uma experiência relevante a sua demanda.

Além disso, é importante haver um histórico geral de negócios, dessa maneira você saberá que suas tarefas estarão em boas mãos e que não precisa se preocupar com elas.

Ainda mais importante do que qualquer outra coisa, a experiência do seu fornecedor lhe dará paz de espírito.

2. Referências de outros clientes

A reputação no mercado é igualmente importante.

Afinal, não faz sentido trabalhar com um parceiro experiente que constantemente perde prazos e não oferece o suporte necessário que sua empresa precisa.

Atualmente, não é difícil descobrir o que as pessoas estão falando sobre uma empresa online.

No entanto, você não deve limitar sua pesquisa a fóruns ou plataformas com análises detalhadas de clientes, como o Reclame Aqui e outros sites semelhantes.

Se você tiver alguma dúvida ou estiver considerando vários fornecedores, dê um passo adiante. Entre em contato com pelo menos alguns de seus clientes anteriores e descubra suas experiências.

3. Cultura da empresa

Uma colaboração entre duas empresas funciona como um relacionamento: vocês dois precisam compartilhar os mesmos valores e se entenderem muito bem.

Parcerias em que esses aspectos são cumpridos têm maior probabilidade de resultar em sucesso.

Negócios transculturais podem ser complicados e as diferenças de cultura (tanto empresarial quanto geográfica) podem criar atritos e mal-entendidos. No entanto, é possível unir esses dois mundos.

Independentemente de você escolher uma empresa nacional ou estrangeira, você deve estabelecer padrões de comunicação e os termos de colaboração como veremos a seguir.

4. Método de comunicação

Precisamos destacar mais um aspecto importante na relação de terceirização que é a comunicação clara entre a empresa e seu parceiro.

Tona-se essencial definir uma estratégia de comunicação para obter um feedback transparente.

Afim de evitar erros na comunicação as reuniões presenciais são provavelmente uma das formas mais eficazes de comunicação.

No entanto, se você se preparar corretamente, a comunicação de longa distância pode ser igualmente eficaz.

Por isso, selecione o canal de comunicação e adicione a sua estratégia uma forma de documentar tudo o que for pertinente ao projeto.

Lembre-se de que a comunicação eficaz nem sempre acontece naturalmente, mas necessita de um planejamento.

5. Plano de emergência e gestão de risco

Gerenciar riscos de forma eficaz pode ser um fator determinante no sucesso geral da sua parceria, por isso, seu fornecedor precisa estar preparado para o pior.

Preste atenção especial se eles têm planos de emergência, além de identificar, avaliar e controlar ameaças.

Dessa forma a sua segurança será potencializada caso seu parceiro tenha um plano de gerenciamento de risco robusto que considere todos os possíveis perigos e eventos inesperados antes que eles ocorram.

Em vista disso a empresa parceira deve realizar um relatório sobre como garantir que o projeto continue funcionando sem problemas e seja bem-sucedido no caso de ocorrer um problema inesperado.

6. Gerenciamento de dados

Manter a segurança e a privacidade dos dados são duas das maiores preocupações para as empresas hoje em dia.

Por isso, ao escolher um fornecedor, você precisa ter em mente que as informações sobre seus clientes e sua empresa estarão seguras em suas mãos.

Mas o que isto significa?

Significa que quando você terceirizar um processo, geralmente precisa compartilhar informações confidenciais com pessoas de fora da empresa.

Pensando nisso, você deve garantir que esses dados estejam completamente seguros.

Descubra como é o gerenciamento de dados na empresa parceira e peça que o expliquem. Você precisa garantir que eles usem as tecnologias de segurança mais recente e que todas as atividades estejam em conformidade com a LGPD.

7. Cobrança de taxas

Quanto a questão das taxas é um aspecto muitas vezes esquecido na hora de firmar contrato com uma empresa de terceirização. Por isso, entenda todos os seus preços e taxas adicionais antes de tomar qualquer decisão.

Por meio disso, a melhor forma é saber como as taxas serão cobradas desde o início.

Você pode reconhecer uma empresa profissional pelo fato de seus preços serem completamente transparentes.

Dessa forma fica claro para você com antecedência quanto você pagará, para quê, e o que esperar no caso de, por exemplo, um aumento da sua demanda de produção.

Mas, lembre-se de que não existe uma empresa barata, rápida e grande, por isso, esses três aspectos geralmente não se encaixam.

Se a sua empresa pretende escolher o preço mais baixo, provavelmente, irá se arrepender dessa decisão.

Pois é muito provável que ou a empresa seja inexperiente ou a solução terá tantos defeitos que você terá um prejuízo nas vendas ou um prejuízo para corrigi-los.

Por isso busque um bom equilíbrio entre preço e qualidade.

8. Fornecimento de matéria prima

Durante as buscas para terceirizar a fabricação de um produto, por exemplo, você precisará concordar com a origem dos ingredientes e matérias primas do fabricante.

Em vista disso, você pode ter certos requisitos éticos ou de sustentabilidade que são essenciais para o seu negócio e  esses são apenas dois dos pontos que você deve considerar ao decidir onde seu fornecedor irá comprar suas matérias primas.

Portanto tenha um acordo em vigor que especifique o que acontece se você precisar mudar de fornecedor.

Mas a pergunta é como seu fabricante garantirá a consistência se de repente precisar adquirir sua matéria prima de outra empresa ou região?

Você receberá uma amostra primeiro para aprovar as alterações?

Desse modo certifique-se de especificar o que acontecerá para cada mudança que pode ocorrer no futuro.

9. Estabilidade financeira

Pensando em estabilidade financeira não há nada pior do que terceirizar algo em uma empresa com problemas financeiros que pode encerrar repentinamente suas operações. Esse é um risco significativo que você deve evitar.

Um problema externo não deve causar nenhum atrito ao seu negócio.

Diante disso entendemos que é essencial avaliar a estabilidade financeira do seu fornecedor em potencial.

Por isso, existem medidas que você pode tomar para minimizar o risco de contratar uma empresa com dificuldades financeiras?

Primeiro faça uma verificação de antecedentes e depois pesquise o histórico de crédito da empresa.

Desse modo você terá uma visão da saúde financeira da empresa e permitirá que você faça perguntas relevantes se tiver alguma preocupação.

Além disso, você pode solicitar ao fornecedor algum tipo de documento que comprove a estabilidade financeira do negócio.

10. Avalie suas necessidades

Antes de contratar serviços terceirizados, avalie sua capacidade atual e requisitos futuros. Avalie até mesmo os pontos fortes e as deficiências de sua operação interna.

Faça uma lista das informações ou habilidades críticas que você precisa manter para ser ágil e eficaz, considerando o crescimento esperado.

Talvez o valor de sua empresa esteja em sua equipe de edição e arte, e a terceirização da produção dos seus produtos faça sentido.

No entanto, se o sucesso da sua empresa depende de suas proezas produtivas, os serviços de arte e edição podem ser mais adequados para a terceirização.

Ocasionalmente, as empresas de terceirização se oferecem para realizar testes antes de fechar contrato.

Um teste permite que você experimente o processo de gerenciamento de projetos do fornecedor antes de iniciar um relacionamento de longo prazo.

Essa é uma ótima maneira de avaliar o alinhamento entre sua empresa e o fornecedor.

Por isso use esta oportunidade para analisar a eficiência e eficácia do seu parceiro em potencial, especialmente se o produto final obedeceu aos seus padrões de qualidade e atendeu suas expectativas.

É uma ideia inteligente fazer um teste com algumas empresas para comparar os resultados e, após a avaliação, escolher a mais adequada.

Então, como faço para escolher a empresa de terceirização ideal?

De forma resumida, escolher a empresa de terceirização certa que atenda às suas expectativas exige muito trabalho, assim como todas as outras decisões críticas do seu negócio.

Por isso, você tem que verificar muitos fatores e comparar as alternativas para poder tomar uma decisão assertiva.

É possível poder agregar valor significativo aos seus produtos em andamento selecionando seus parceiros de terceirização com sabedoria.

Uma forma mais simples de você decidir é conversar agora com um Consultor COSMEFAR e saber qual a diferença para a sua empresa de ter um parceiro de terceirização.

Principalmente quando estamos falando sobre produtos de cosméticos que necessitam de bons resultados, alta entrega e utilização de tecnologia.

© 2022 Cosmefar cosmetologia inteligente

Desenvolivido por GF capital

Falar com um consultor